Noticias

A equipe feminina de ciclismo Avaí F.C./FME Florianópolis/APGF encerrou neste domingo sua primeira competição internacional desta temporada.

 

A 2ª edição do Tour Feminino do Uruguai teve 5 etapas, incluindo um contrarrelógio individual, todas disputadas na região de Minas, Lavalleja. Foram 4 dias e mais de 350km de disputas intensas com algumas das melhores ciclistas do Uruguai, Argentina, Chile, Paraguai e Brasil. O quarteto Avaiano finalizou o Tour como a 4ª melhor equipe da competição, um resultado excelente levando em conta o alto nível das disputas e todas as dificuldades encontradas no caminho.

A primeira etapa foi marcada pela agitação típica do início de Tour e por uma série de quedas no pelotão que acabaram afetando diretamente algumas de nossas atletas. Mesmo assim, depois de um rápido trabalho da equipe de apoio, as atletas voltaram à disputa e Priscila Corso chegou em , com as demais chegando logo atrás junto com o pelotão principal. Neste dia a equipe foi a 2ª melhor do Tour, apenas 2 segundos atrás da equipe líder.

No segundo dia foram disputadas duas etapas. De manhã as atletas percorreram 64,4km, com muitos ataques e movimentos das equipes das líderes da competição, o que gerou quebras no pelotão e acabou abrindo uma boa diferença entre os grupos. Machucadas e abaladas pelo dia anterior, as ciclistas do Avaíacabaram tomando alguns minutos das líderes. À tarde foi disputado o contrarrelógio individual, onde Sylvia Kreuger se destacou fazendo o  melhor tempo.

Na 3ª etapa Sylvia Kreuger se destacou novamente após 96km com muito vento lateral e mais quebras no pelotão. Além de ser seu aniversário, ela se manteve na ponta da prova e chegou na  colocaçãom subindo para o 5º lugar na classificação geral individual do Tour. Priscila Corso também se destacou conquistando a camisa de atleta revelação.

Na última etapa, a mais dura e disputada de todas, o pelotão novamente se dividiu em vários pequenos grupos por conta do forte ritmo e do terreno acidentado, mas Sylvia Kreuger se manteve novamente na ponta e cruzou a chegada em , encerrando o tour em 6º lugar na classificação geral individual.

Depoimentos e conclusões:

Tamires Radatz foi a que mais sofreu com as quedas do primeiro dia, mas não desanimou: “É o segundo ano que participamos do Tour e mais uma vez foi uma grande prova e muita experiência adquirida como equipe e como atleta. Sempre temos algo para aprender!! Este ano infelizmente sofri três quedas na primeira etapa, que me abalaram um pouco, mas corri atrás do prejuízo e fiz um belo trabalho em equipe ajudando minhas colegas que foram super bem nas outras etapas.

Karoline Meyer comemora o resultado. “Pela primeira vez o time todo conseguiu se manter no pelotão principal e exercer os papéis exigidos pelo técnico para tentarmos um bom resultado para equipe. O maior obstáculo foi vencido já no primeiro dia, no qual superamos diversos acidentes provocados por outras ciclistas. Nos demais dias marquei, saltei, neutralizei tentativas de fuga, tentei fugir, busquei por alternativas para ajudar o time e cheguei no sprint por duas vezes. O treinamento e o entrosamento da equipe crescem a cada ano e tenho certeza que muitas vitórias ainda virão!

Sylvia Kreuger foi a melhor atleta da equipe na classificação geral, e reconhece que ainda há muito o que aprender: “Nesse segundo ano de Tour conseguimos estudar com mais detalhes o esquema tático para nossa equipe. Hoje conhecemos nossos pontos fortes e limitações e também de muitas de nossas adversárias. Amadurecemos e estamos melhorando nossa leitura de prova mas ainda falhamos em alguns aspectos, mas mesmo com as adversidades que pude superar percebi que estou forte e ganhei mais confiança para começar bem o ano. É importante aprendermos com essas falhas e assim a vitória será certa. Gostaria de agradecer minhas parceiras de equipe pois sei que trabalharam e se esforçaram bastante dando o melhor que puderam! Nosso apoio técnico também foi fundamental e ofereceu uma ótima estrutura para nos manter nas melhores condições para que pudéssemos enfrentar cada etapa com tranquilidade.

Para a atleta Priscila Corso este foi seu primeiro Tour e também uma estréia emocionante na equipe: “Vivenciei a luta das minhas colegas de equipe após as quedas e sofri com elas, me emociono ao lembrar. Fizemos um belo trabalho de equipe, o apoio de todos da comissão técnica e da torcida foi fundamental. Orgulho de fazer parte desse time que sua a camisa que vai pra cima, fiquei feliz por ter ganho a camisa revelação na 4 etapa, de ter ido pra cima em uma meta conseguindo bonificação pra sempre estarmos mais a cima na pontuação por equipes. Tivemos falhas também, mas sabemos que somos fortes e que aprendemos com os erros. O ano está começando e já com um 4º lugar honroso pro Avaí! Finalizei em 12° na geral inidividual! Obrigado equipe obrigado por tudo que estão me ensinando.

Na opinião do técnico da equipe, Diones Chinelatto: “Foi uma competição muito bem organizada, onde tivemos uma estrutura muito boa para competir. Conseguimos viabilizar a nossa participação, e apesar de ser a primeira prova do ano nos preparamos bem para ela. As quedas na primeira etapa deixaram as atletas bastante raladas e refletiram negativamente nos dias seguintes da competição. Conseguimos melhorar muito em alguns aspectos físicos e técnicos, mas deixamos a desejar no aspecto tático o que é normal para o inicio da temporada, no entanto foi mais um momento de grande aprendizagem e amadurecimento da equipe. O resultado final foi regular, no entanto desempenho das atletas e o trabalho realizado foi bom!

 

 

A equipe Avaí F.C./FME Florianópolis/APGF foi representada por:
Atletas: Tamires Radatz, Sylvia Kreuger, Karoline Meyer e Priscila Corso.
Comissão Técnica: Andrey Silveira, Diones Chinelatto, Francisco Severiano.


A equipe AVAÍ / FME Florianópolis / APGF conta com os seguintes patrocinadores:
Prefeitura Municipal de Florianópolis, PLASC, Agemed, Sport Xtreme, Orbea


Rua: Max Colin, 1640, América - Joinville
Telefone: (47) 3422-0137
Copyright 2012 © Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por VEG Tecnologia